Paulistão

15/02/2015

Corinthians 2×1 Botafogo-SP

Salve nação da Alma Corinthiana!

Estamos aqui para comentar mais um jogo do nosso Timão.

Esse que foi o terceiro jogo pelo Palistão 2015, onde arrancamos mais uma vitória, 3 pontos importantissimos para o campeonato e para ver o trabalho do Tite junto ao time.

Hoje fomos com o time praticamente do banco de reservas, com excessão do Guerrero e Fábio Santos, que foram expulsos na partida contra o Once Caldas, pela Libertadores, então não tem o porque poupá-los.

Pelo fato de ser um time de reservas, foi um jogo bastante animador. Pois se tratou de um time que foi para cima, imprimiu a pressão necessária e o time adversário teve de recuar e não levou perigo a nossa meta.

A pressão foi tão grande, por parte do time corinthiano, que chegavamos diversas vezes a meta adversária, porém o nosso poder de finalização não estava em grande dia.

Passamos o primeiro tempo, com bom passe de bola, com o Cristian jogando muito, com diversos desarmes. A atuação do lateral Edilson, foi ótimo, mostrando muita segurança na defesa e também no ataque, aliás peça importantissima para o ataque pelo lado direito, porém para o jogo de hoje, ficou um pouco ofuscado pela má atuação de Luciano.

Luciano vai fazendo fama de jogador de segundo tempo. Hoje começando como titular, não mostrou futebol, estava atrapalhado e não se encontrava dentro de campo, chegando a ficar ao lado de Guerrero no meio da área, ao invés de buscar e apoiar junto ao Edilson.

Com o penalti marcado no Guerrero, Fábio Santos reverte em um belo gol, não dando chances ao goleiro. Gol feito no final do primeiro tempo.

No segundo tempo, não tivemos alterações, porém o time voltou dormindo.

Certo que, em uma cobrança de lateral, onde o juiz informa que o lateral é do adversário e o bandeirinha não, o time ficou esperando, deixando o jogador livre para empatar a partida.

Com o susto, o time do Corinthians voltou a pressionar, levando muito perigo ao gol. Luciano que estava atrapalhado e perdido, começou a andar em campo, como se tudo já estivesse resolvido. Péssimo.

A torcida já estava ficando irritada, quando Tite decide fazer uma alteração, tirando o Lateral Edilson e colocando o Jadson, com isso o Petros teve que ir para a Lateral.

Após colocou o Malcon no lugar do Mendonza.

Alterações que pouco entendemos, pois com a saída do lateral, o meio de campo não mostrou muita força, mas pelo menos Jadson, buscou dar qualidade.

A entrada do Malcon foi muito boa, porém ainda é muito previsível.

Já próximo do final da partida, Tite decide colocar Vagner Love no lugar do Luciano, alteração que toda torcida já esperava.

Ele entrou com bastante vontade, porém saiu sem marcar seu tento.

No final da partida tivemos outro penalti marcado em cima do Guerrero e novamente, penalti revertido pelo Fábio Santos em uma bela cobrança.

3 pontos importantíssimos para inicio de campeonato, time reserva mostrando muita força e dará trabalho para Tite.

 

Agora, o importante é estar preparado para o jogo de quarta feira, contra a Bicharada!!!

 

Ficha técnica: Corinthians 2 x 1 Botafogo-SP

São Paulo (SP)

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 14 de fevereiro de 2015, sábado
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Prieto Alfieri (SP)
Assistentes: Alex Alexandrino (SP) e Fernando Afonso Gonçalves de Melo (SP)
Público: 27.060 pagantes (total de 27.296)
Renda: R$ 1.203.003,70
Cartões amarelos: Edu Dracena, Cristian, Fábio Santos, Yago, Edílson e Bruno Henrique (Corinthians); Luciano Sorriso, André Rocha, Eli Sabiá, André Santos, Bruno Costa e Renan Rocha (Botafogo-SP)
Gols: CORINTHIANS: Fábio Santos, aos 42 minutos do primeiro tempo e aos 49 minutos do segundo tempo; BOTAFOGO-SP: Rodrigo Andrade, a 1 minuto do segundo tempo

CORINTHIANS: Walter; Edílson (Jadson), Yago, Edu Dracena e Fábio Santos; Cristian, Bruno Henrique, Luciano (Vagner Love), Petros e Mendoza (Malcom); Guerrero
Técnico: Tite

BOTAFOGO: Renan Rocha; Gimenez, Halisson, Eli Sabiá e Denis (Bruno Costa); André Rocha, Luciano Sorriso, Rodrigo Andrade e Zé Roberto (André Santos); Wesley e Giancarlo (Isaac Prado)
Técnico: Alexandre Ferreira

Gols

 



Sobre o Autor






Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.